OM


OM - O Som do Silencio...

"O único país do mundo, que dispensou toda sua genialidade na exploração da interioridade(ser interior) foi o Tibet. Eles descobriram tremendas belezas.

OM Mani Padme Hum - é uma das mais belas expressões da experiência última.

Seu significado é O SOM DO SILENCIO; 
O Diamante na flor de Lótus.



Silencio é também som, música, que os ouvidos não podem escutar; assim como os olhos não podem ver.


Nós temos cinco sentidos externos. 

No passado o homem só conhecia cinco sentidos externos, o sexto sentido é uma nova descoberta. Ele está dentro de você. Os cinco sentidos te proporcionam experimentar o exterior, o sexto sentido te permite experimentar o interior. Proporciona a você ver, ouvir e sentir o equilíbrio, a beleza da mística espiritual.



O sexto sentido é invisível visto pelo exterior, mas não pelo interior; nem se pode tocá-lo pelos sentido externos, mas o sexto sentido está absolutamente imerso nos demais sentidos.




OM é o som que emerge quando tudo o mais desapareceu do seu ser. 

Nenhum toque, nenhum sonho, nenhuma projeção, nenhuma expectativa; quando todo o seu ser é completamente silencioso, quando se transformou em um espelho.



Neste exato momento você escuta o som do silencio. 




É uma das mais valiosas experiências, porque não existe nada que se aproxime disso; a música profunda, cheia de harmonia, alegria, delicadeza, beleza, tudo isso está presente na música do OM.




Não é necessário buscá-lo. 




Se você buscá-lo terá perdido a coisa real. 




É preciso escutá-lo a partir do seu interior, ele vem quando você está tão calmo e tranquilo e de repente ele está a sua volta, presente.




É uma música muito suave. No momento em que você está pronto para escutá-lo você terá entrado no mais profundo segredo da existência. 

Você terá se tornado tão pacífico, tão sossegado que o mistério se revela você. Isso mostra que está pronto.



No Ocidente toda as religiões, sem excessão, concordam com esse ponto: o som que se escuta no ponto mais alto, no pico do silencio é algo parecido 

com OM.



A palavra OM, não está escrita em nenhuma língua no Ocidente, nenhum alfabeto, porque não faz parte da linguagem, ele é lido enquanto 

um símbolo ( ॐ ).



Vemos que o mesmo símbolo é usado em Sânscrito, em Pali, em Tibetano, em todos os lugares o mesmo símbolo, porque todos os místicos em todas as eras mergulharam nessa mesma e extraordinária experiência. 




OM não pertence a nenhuma cultura, nenhuma parte do mundo, nem está em nenhum alfabeto, é um simbolo que está além de qualquer língua.




O OM Não significa nada que a mente possa compreender, e no entanto tem um tremendo significado que nenhuma explicação pode alcançar."

**************


Em tibetano usa-se a palavra
NANGBA, que quer dizer
"pessoa de dentro".
É uma forma de descrever
aqueles que procuram
dentro de si
aquilo que buscam.
"Pessoas de dentro"
não estão buscando
refúgio em nada
que possa ser encontrado
do lado de fora: estão
procurando um sentido
existencial que só pode
ser encontrado internamente.
Tomo a liberdade de dizer
que sou uma dessas pessoas,
alguém que busca
dentro de si
um sentido verdadeiro
para o amor
e para a vida.

"... porque eu sou
...


Alberto Caeiro

Esse blogger
NANGBA é para mim
e para vocês, meus amigos
de ideais e de sonhos. . .

Postar um comentário